Comportamento Etiqueta

Regras básicas para fazer e entregar um cartão de visitas.

Olá amores, tudo bem com vocês?

Sei que sumi essa semana, mas para quem me segue lá no instagram sabe o que aconteceu, me perdoem e se quiserem saber o que aconteceu passa lá no @tempodecrescerblog pra saber.

Vamos ao post de hoje.

Você tem cartão de visitas? Pretende fazer ou conhece alguém que vai precisar fazer cartão de visita? Se sim, esse post é pra você, leia até o final porque está recheado de dicas essenciais para você fazer um cartão lindo e muito elegante. E vou dar dicas de como entregar um cartão de visitas de uma forma “menos invasiva ou inconveniente” se é que posso dizer assim.

Tudo depende das características da pessoa, da empresa e do mercado em que elas estão inseridas, mas o bê-a-bá é quase sempre o mesmo para não passar uma imagem negativa

O que é o cartão de visita?

O cartão de visitas é um minicurrículo. Em encontros profissionais, reuniões ou eventos, é ele que causa a primeira impressão sobre você, que te identifica  e que pode abrir oportunidades para tua carreira ou para tua empresa. Elegância, neste caso, é decisiva.

O que pega bem e o que pega mal varia de caso para caso. Tenha em mente o seguinte: tudo depende da sua identidade, da forma como sua empresa se apresenta e do mercado no qual ela está inserida. Uma mente criativa de uma agência de publicidade tem mais liberdade para inovar em cores e ilustrações. Para um advogado de um escritório, sobriedade é essencial, mas caso a sua profissão seja algo “menos formal” se é que posso dizer assim, use as dicas abaixo pensando sempre em um cartão de visitas mais ‘clean’ possível.

Então vamos as dicas:

1- Não abrevie seu sobrenome. Em vez de colocar uma inicial seguida por um ponto, decida-se entre manter todo o nome no cartão ou cortar algum dos sobrenomes.

2- Coloque o nome que prefere ser chamado em negrito. Se você é chamado pelo sobrenome ou por algum apelido profissionalmente, este detalhe é suficiente para destacá-lo.

3- Não rasure o cartão. Trocou de cargo? Novo na empresa? Mudou de número de telefone? Faça um novo cartão assim que possível. Rabiscar essas informações passa má impressão.

4- Esqueça usar sua foto. “De vez em quando vejo cartões com fotografia. Se o negócio da empresa é fotografia, capriche. Dê uma inovadinha. Se não for, fique na sua e use a logomarca da sua empresa. É mais elegante”, sugere a consultora em etiqueta empresarial.

5- Coloque seu celular. Antigamente, havia um consenso de que o número do celular era íntimo demais para ser descrito num cartão de visitas. Isso mudou. Apenas seja seletivo na hora de distribuir cartões e desligue o aparelho quando preferir não ser incomodado, mas não sonegue informações sobre você. E-mail e telefone fixo também são indispensáveis.

6- Não amasse, não dobre. Não precisa de muita justificativa, não é? Não aparente desleixo.

7- Entregue o cartão ao fim da reunião. Este é o momento em que você já vendeu seu peixe, já mostrou por que será legal para quem está do outro lado trabalhar contigo. Só em reuniões com muita gente presente é que entregar logo de cara pode ser mais prático.

8- Seja conservador. A menos que você esteja em uma empresa que reconhecidamente deve ser excêntrica, faça o simples. Prefira o tamanho convencional e cores frias. “Cartões mais elegantes são impressos em tons pastel, cinza ou pérola, letras em vinho ou preto”. No caso se blogs, sites, lojas, etc… a dica é simples: Menos é mais, coloque a sua logo na frente e as redes sociais,site e formas de contatos no verso, mas sem muita informação ou imagens, procure colocar somente os links.

Vou mostrar pra vocês aqui o meu cartão de visitas mas até então quando eu fiz os meus não conhecia essas dicas então tem uns errinhos como por exemplo, a anta aqui esqueceu de colocar o nome no cartão, ficou só o nome do blog, as pessoas só sabem meu nome por causa do Email.

E ai o que você achou? Já tem o seu cartão? Conta pra mim aqui nos comentários quero saber de vocês.

Um beijo fiquem com Deus e até a próxima!!!

4 thoughts on “Regras básicas para fazer e entregar um cartão de visitas.”

Deixe uma resposta